Voltar

Oceanário de Lisboa apresenta a exposição “Keep the oceans clean”

As instalações artísticas são elaboradas com lixo das praias e do mar

O Oceanário de Lisboa apresenta a exposição “Keep the oceans clean” com nove instalações artísticas feitas a partir de lixo marinho encontrado em praias e retirado do mar.

A exposição, da autoria de João Parrinha e Xandi Kreuzeder do “Skeleton Sea – Arte do Mar”, está patente no átrio principal do Oceanário, onde os visitantes poderão contemplar um impressionante peixe feito com chinelos de plástico que vieram parar a uma praia na África do Sul, um enorme polvo construído a partir de lixo encontrado nas praias ou, até, um incrível albatroz construído no Quénia, com lixo marinho, ferro e arame, e que pretende alertar para os perigos a que estão sujeitas as aves marinhas devido à poluição por plástico no oceano.

A poluição marinha tem um enorme impacto nas espécies e ecossistemas marinhos, com a acumulação e deterioração de plástico e outros resíduos no oceano. Este facto mobilizou os artistas do “Skeleton Sea” a criar a exposição “Keep the oceans clean”, com o objetivo de elevar a consciência e o conhecimento sobre o problema crescente da poluição no oceano e, assim, inspirar o público, através da arte, a proteger os ecossistemas marinhos.


Sobre o “Skeleton Sea”

O “Skeleton Sea – Arte do Mar” é um projeto criado em 2005 por João Parrinha, Portugal, Luis de Dios, Espanha, e Xandi Kreuzeder, Alemanha. Este projeto nasce da vontade de três surfistas e amantes do mar que, através da sua expressão artística, apostam na sensibilização da população para a necessidade de se envolverem na preservação do oceano. Mais informações em http://www.skeletonsea.com/ 

ESCOLHA MUDAR
COMPRA SUSTENTÁVEL

#SeaTheFuture