Voltar

Papagaio-do-mar

Biologia

O papagaio-do-mar passa grande parte da sua vida em alto mar, regressando a terra no verão para acasalar. É monogâmico, sendo fiel ao seu parceiro para toda a vida. Põem apenas um ovo e partilham as tarefas entre si: o macho cuida do ninho e a fêmea cuida da cria e da sua alimentação. Os ninhos são construídos em buracos escavados em penhascos, longe dos predadores terrestres. No oceano, passam a maior parte do seu tempo a cuidar das suas penas, essenciais para manterem a sua temperatura corporal. Alimentam-se de pequenos peixes, crustáceos e moluscos que conseguem capturar nos seus poderosos mergulhos até aos 60 metros de profundidade. No entanto, sem a devida atenção, aves oportunistas como as gaivotas podem roubar-lhes o alimento e destruir-lhes o ninho.

Conservação

Espécie alvo de caça e fortemente afetada por derramamentos de petróleo.

Curiosidades

O papagaio-do-mar pode percorrer mais de 7000 quilómetros em oito meses e voam até aos 80 quilómetros por hora. Faz a muda das penas no inverno quando se encontra em alto mar, perdendo algumas das cores fortes que lhes são características. Tem um voo elegante, no entanto é muito caricato a aterrar, tanto em terra como no mar.

ESCOLHA MUDAR
COMPRA SUSTENTÁVEL

#SeaTheFuture