Napoleão

Biologia

O napoleão, um dos maiores peixes de recife e o maior membro da família dos bodiões, atinge cerca de dois metros e meio de comprimento e pesa mais de 150 quilogramas. Os adultos distinguem-se pela bossa na zona anterior da cabeça e pelos lábios grossos. Alimenta-se de uma grande variedade de organismos mas, o mais surpreendente e raro de se ver noutras espécies, é ingerirem animais venenosos como peixes-cofre ou lesmas-do-mar.

Conservação

A carne do napoleão é muito valorizada principalmente em países asiáticos. Na China, acredita-se que os seus lábios são afrodisíacos. Habita as zonas costeiras de 48 países e territórios, que, na maioria das vezes, não têm medidas eficazes de gestão e proteção deste recurso. Por esta razão, o napoleão é uma espécie cada vez mais rara nas águas em que habita.

Curiosidades

Este bodião é dotado de uma visão extraordinária pois os seus olhos podem rodar quase 360º. São hermafroditas protogínicos - nascem todos fêmeas e, com cerca de nove anos, podem converter-se em machos. Podem viver até aos 30 anos.