2ª Edição

Fundo para a Conservação dos Oceanos | Oceanário de Lisboa e Fundação Oceano Azul 2ª Edição

Sob o tema “Espécies marinhas ameaçadas. Da ciência para a consciência”, a 2ª Edição contou com um financiamento de 150 mil euros para apoiar projetos que têm como objetivo contribuir para um maior conhecimento sobre espécies marinhas que se encontrem classificadas como ameaçadas na Lista Vermelha da ‘International Union for Conservation of Nature’ (IUCN), ou seja, espécies classificadas com os estatutos: "Criticamente em Perigo", "Em perigo" e "Vulnerável". 

Conheça os projetos vencedores da 2ª Edição:

Whale Tales Project

Whale Tales Project | Fundo para a Conservação dos Oceanos | Oceanário de Lisboa e Fundação Oceano Azul

Foto: Massimiliano Rosso

Valor de financiamento: 50.000,00€

O Whale Tales Project, da ARDITI – Associação Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação, tem como objetivo aumentar o conhecimento científico sobre a utilização de habitat e da condição fisiológica do cachalote (Physeter macrocephalus) nas águas insulares da Macaronésia, com foco no arquipélago da Madeira, onde existe menos informação. Esta espécie encontra-se classificada como "Vulnerável".

Este projeto pretende, também, fazer a ponte de conhecimento para o público em geral.

A metodologia aplicada neste projeto é multidisciplinar e inovadora, combinando as áreas da ecologia espacial, ecofisiologia e ecotoxicologia. O projeto irá utilizar dados recolhidos em censos visuais, foto-identificação (baseada nas marcas individuais presentes na barbatana caudal), biomarcadores de satélite, biópsias, e presença de microplásticos na superfície da água.

A sensibilização do público em geral, assim como a ampla disseminação dos objetivos do projeto, serão realizadas através de ferramentas multimédia (como a transmissão em tempo real da posição dos indivíduos) e irá envolver a comunidade local, assim como vários stakeholders. É expectável que o Whale Tales Project obtenha informação fundamental e que com ela se possam promover atitudes positivas em prol da conservação do oceano.

Eel Trek

Eel Trek Project | Fundo para a Conservação dos Oceanos | Oceanário de Lisboa e Fundação Oceano Azul

Foto: Eel Trek

Valor de financiamento: 100.000,00€

O projeto Eel Trek, da Fundação Gaspar Frutuoso pretende complementar o conhecimento científico sobre a migração oceânica e o comportamento de reprodução da enguia-europeia.

Serão conduzidos estudos sobre a distribuição, dinâmica populacional e os movimentos das enguias nos Açores. Com base em métodos de telemetria via satélite e estudos genéticos e ecológicos pretende-se compreender os fatores que determinam o período de migração da enguia-europeia.

Este projeto ambiciona ter, pela primeira vez, a confirmação da hipótese de migração da enguia-europeia até ao Mar dos Sargaços, proposta por Johannes Schmidt, em 1912.

ESCOLHA MUDAR
COMPRA SUSTENTÁVEL

#SeaTheFuture